Entrevista à Rádio Caxias 14.01.2015

Escute a entrevista de Roedel sobre a queda das exportações caxiense em 2014:

http://radiocaxias.com.br/portal/noticias/especialista-projeta-cenario-pessimista-para-setor-industrial-caxiense-em-2015-46201

Reportagem:

As recentes medidas adotadas pelas empresas da região para superar os efeitos da crise econômica e evitar demissões em massa podem se repetir ao longo de 2015, segundo análise do mestre em Relações Internacionais Cezar Roedel, palestrante da reunião-almoço da CIC, realizada em caráter excepcional nesta quarta-feira (14).

Para o especialista, a expectativa de baixa nas exportações das empresas no País vai atingir fortemente o setor produtivo local. De acordo com dados preliminares, em 2014, o município novamente não conseguiu ultrapassar a marca de US$ 1 bilhão em exportações registrada nos dois anos anteriores.

O volume será próximo dos US$ 860 milhões, pior desempenho desde 2009, auge da crise econômica internacional.

De acordo com Roedel, muitos setores da indústria caxiense serão prejudicados com a previsão de queda nas exportações. A mais significativa é no setor de veículos, de 17%. Outros segmentos tradicionais da Serra também vão registrar diminuição, como o de produtos de metal, com previsão de baixa de 11,1%, metalúrgico, de 7,1%, máquinas e equipamentos, de 5,6% e produtos químicos, de 4,6%.

Ele avalia que a carência de obras que potencializem a infraestrutura regional – aliada à postura do Governo Federal em priorizar alianças com nações pobres com base no alinhamento ideológico – são fatores que evidenciam um horizonte complicado para o setor empresarial local em 2015. Para contornar o futuro nebuloso, sugere alternativas a serem implementadas para a promoção comercial do País, como a priorização de parcerias com países ricos, como EUA e China.

Caxias do Sul ocupa a 62ª posição entre os 1826 municípios brasileiros que mais exportam. 48% do volume de exportações caxienses são realizados junto a países da América Latina, 20% para Ásia, 13% para América no Norte e África, e 6% para Oriente Médio.

O Brasil deve fechar 2014 com o pior resultado na balança comercial desde 2000, com um volume negativo de US$ 3,9 bilhões.

Departamento de Jornalismo
– See more at: http://radiocaxias.com.br/portal/noticias/especialista-projeta-cenario-pessimista-para-setor-industrial-caxiense-em-2015-46201#sthash.7raL1fZZ.dpuf

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: